Netiqueta – como você se comporta na internet?

Na última semana participamos (eu e minha sócia, Pati Benatti), do fórum Mitos e Fatos, organizado pela Jovem Pan, com o tema Transformação Digital.

Em um dos painéis — que tinha a Martha Gabriel, papa na área de Marketing Digital —, a abordagem era a respeito do Comportamento Digital, de como inserir a Educação Digital no contexto da vida das pessoas e de como educar os nativos e imigrantes digitais.

Logo me remeteu à divertida aula do prof. Ivan, que tive este ano na pós-graduação sobre Netiqueta. Sim, existe um manual de como se portar em cada uma das plataformas digitais.

Esse manual foi elaborado por Virgínia Shea, em 1994, e o seu site ainda permanece com aquela carinha 90’s, cheia de hiperlinks sublinhados de azul. Mas o conteúdo é extremamente relevante até hoje. Ela sentiu a necessidade de formatar todas essas regras das práticas sociais na internet, que eram apenas informais, para um código de conduta, ao perceber que todo mês de setembro — quando se iniciam as aulas no hemisfério norte —, precisava repassar ao novos usuários as regras de como usar cada um dos dispositivos, pois sempre chegavam os “imigrantes digitais”, que não sabiam como se portar na internet e, ao menos, sabiam como enviar um e-mail (ei, eram os anos 90!).

Atualmente nos encontramos no “setembro eterno”, pois todos os dias entram no mundo digital pessoas que não estão acostumadas com as linguagens internéticas, ou mesmo sem saber como se portar em uma plataforma nova, num aplicativo recém lançado.

Então, para ajudar a espalhar a educação no meio digital, coloco abaixo as 10 regras de etiqueta sugeridas pela Virgínia Shea e levarmos pra vida!

1- Lembre-se do humano

Pense que atrás do computador/celular/tablet  existe um outro ser humano lendo a mensagem, que tem suas próprias convicções, experiências e interpretações de texto.

 

2- Tente agir online da forma como você age na “vida real”

Use seus valores, sua educação e a forma como trata as pessoas na vida real também para a vida online. Pense bem antes de cometer algum sacrilégio que você jamais faria ou falaria na cara da pessoa! O contrário também acontece, pois as pessoas tendem a criar expectativas sobre a sua vida online e a transferem para a sua vida off-line.

 

3- Saiba onde você está no cyber-espaço

Cada plataforma tem suas regras específicas de ação. Você não escreve em um e-mail da mesma forma que escreve no WhastApp, assim como o jeito que você se porta no Facebook não será o mesmo que no LinkedIn.

 

4- Respeite o tempo e as capacidades técnicas das pessoas

Não envie aquela mensagem de áudio no WhatsApp sem antes perguntar se a pessoa está em algum lugar que seja possível ouvir. Muito menos cobre uma resposta imediata no WhatsApp no seu horário, pois não tem como saber quais os horários e hábitos da pessoa que está do outro lado!

 

5- Preocupe-se com a sua imagem/reputação online

As mídias sociais hoje são o seu cartão de visitas online. Como disse acima, as pessoas tendem a transferir sua vida on para a off-line. Repense no que você anda postando nas suas redes. Pare e pense: eu falaria isso em alto e bom som para todo mundo ouvir ou publicaria num outdoor com a minha assinatura e foto ao lado? Se você hesitou em algum momento, não poste!

 

6- Compartilhe o conhecimento

A criação da internet é basicamente feita através do compartilhamento! Se você sabe como mexer no WhatsApp, por que não ajudar seu avô a se entender com essa nova tecnologia? Lembre-se, um dia você também não soube mexer em algum aplicativo novo e apanhou até pra aprender!

 

7- Tente manter sob controle os conflitos

Ou seja, evite treta! A mão coçou pra fazer aquele textão defendendo algo ou alguém que você tem uma super convicção? Não é a melhor saída. Reduza os conflitos, tente ser parcial e não se meter em brigas virtuais, será melhor para sua sanidade mental e para sua reputação online.

 

8- Respeite a privacidade das outras pessoas

Essa aqui deveria ser trazida do berço. Mas muitas pessoas ainda agem como se não houvesse amanhã ou Marco Civil da internet. Se a pessoa não te autorizou a fazer aquela postagem ou de enviar uma foto, não a faça! Além de ser falta de respeito, pode dar cadeia. Respeite os migos! Não compartilhe ou divulgue nada que não lhe foi autorizado.

 

9- Não abuse do seu poder

Aqui temos uma liçãozinha de caráter: não é porque você tem algum poder (entenda-se poder digital: conhecimento, acesso, dentre outros) não abuse das pessoas que são mais leigas que você.

 

10- Saiba perdoar o erro dos outros

Uma das dicas mais importantes! Lembre-se: estamos no setembro eterno! Todos os dias entra algum imigrante digital que não sabe que NÃO PODE ESCREVER EM CAIXA ALTA, porque parece que está gritando. Todos dias são lançados milhares de aplicativos e plataformas novas que alguma pessoa ainda não sabem mexer. Tenha paciência e aplique a regra 6, compartilhe seu conhecimento!

Dica extra

Lembre-se sempre de verificar a fonte antes de compartilhar algo. Não é porque está na internet que é verdade. Desta forma você evita de dar continuidade a uma história falsa e não comete gafes.

Me senti a Glorinha Kalil Digital! 😀

Depois dessa aula eu mudei em diversos aspectos a forma que eu utilizava a internet. Vai por mim, use esse manual de conduta digital que você vai sempre se dar bem na internet.

 

Até mais,