Co-Branding – Aplique essa estratégia

Olá,

Recentemente postamos uma matéria de uma co-branding realizada entre Mauricio de Sousa Produções e a Hello Kity – que não viu, clique aqui e morra com um ataque de fofura. Ao ver essa repostagem resolvi explicar o que é co-branding e como podemos aplicar essa estratégia nas nossas marcas e também, é claro, falar de cases de sucesso que todos adoramos, right?

Co-branding nada mais é do que uma estratégia de associação entre duas ou mais marcas – geralmente são apenas duas mesmo – para que as mesmas se diferenciem no mercado frente a concorrência e oferecem ao consumidor uma ação, produto ou serviço com maior valor agregado, o famoso win-win onde ambas as marcas saem na frente de seus respectivos competidores.

Essa estratégia pode ser utilizada para que marcas usem o conhecimento de outras para entrar em um novo mercado, um exemplo é a parceria entre a Apple e a Nike, onde a primeira desenvolveu um dispositivo para ser colocado dentro dos tênis da Nike, que enviava informações para o iPod com a distância percorrida e tempo. A estratégia da empresa com este produto era associar a sua marca a um dos esportes que mais cresce no mundo: a corrida de rua.

Um grande exemplo famoso de co-branding é Omo e Comfort em que as duas marcas – nesse caso pertencentes a mesma empresa, Unilever – desenvolveram o sabão em pó com um toque do amaciante de roupas, só de escrever a propaganda vem na mente.

Outro exemplo famoso para vocês entenderem a essência do co-branding é a parceria entre o Bob’s e Ovomaltine – hoje ela não é mais exclusiva mas perpetrou durante anos e o Bob’s segue famoso pelo seu tradicional Milk Shake.

Enfim, exemplos é o que não me faltam para mostrar, pois é uma estratégia muito utilizada por grandes marcas que agregam valores a nós, consumidores. =)

Apesar dos grandes exemplos, vale ressaltar que ela pode ser aplicada em qualquer tipo de negócio, desde que você tenha o objetivo de agregar valor ao consumidor final. Para realizar esse tipo de parceria sempre tenha em mente:

  • Qual o propósito do co-branding?
  • O que vou oferecer de diferente para o meu consumidor com essa parceria?
  • Terei ganhos em receita?
  • Vai agregar a minha imagem?

Se você respondeu todas as perguntas acima, aperte a mão da outra empresa e feche parceria porque com certeza colhera frutos oriundos de um co-branding.

Quer saber mais? Entre em contato com a gente e entenda tudo sobre o tema.

Beijos